História

A Igreja Mundial da Paz em Cristo surgiu, dum desejo profundo em minha alma, de falar da vida eterna em Cristo Jesus. Após 12 anos exercendo o pastorado em uma denominação evangélica, tendo observado que os reais motivos daquele ministério, não era a pregação sincera e honesta da Palavra de Deus, vi-me na necessidade, e compelido pelo Espírito de Deus, desenvolver um ministério que pregasse a vida eterna em toda a sua essência, haja vista que, o ministério em que eu servia, tinha como base doutrinária, tirar dinheiro das pessoas e não a salvação de tais almas. Estando eu na Cidade de Fortaleza/Ce, por volta do ano de 1994, o Senhor pós  em meu coração esse desejo. Sentia-me oprimido todas as vezes que tinha que fazer as tais "campanhas" ordenadas pelos meus líderes com objetivo de arrecadar dinheiro.

Comecei então a buscar em oração a resposta para tal desejo, se era ou não a vontade do Senhor Jesus. No meado do de 1996, pedi desligamento do antigo ministério onde servia, empreitei a missão da abertura de um novo ministério. Comecei o primeiro culto no quarto de um apartamento, onde residia atualmente no bairro de Caixa D'agua, na cidade de Salvador, eu – Pastor Eron, Esposa e Filho, somente nós três. Gostaria de explicitar aqui, que em momento algum, comecei esse ministério, em meio a rebeliões, e nem puxando pessoas do antigo ministério a que eu pertencia, mesmo porque, tal procedimento é nefasto e não condiz com a crença no Senhor Jesus, posto que o mestre nos ensinou que o pastor das ovelhas entra pela porta do aprisco – faz a coisas certa, entra pela porta da frente, faz as coisas de maneira honesta – e o mercenário de quem as ovelhas não pertencem, sobe e entra por trás do aprisco – de maneira desonesta, como todo ladrão de galinhas, que rouba ovelhas que não ganhou, que leva consigo ovelhas que não suou para colocar no aprisco, esse comportamento é de ladrão e salteador, não de um verdadeiro pastor. João cap. 10:1-5. Abrimos o nosso primeiro templo que começou a na Cidade de Salvador no bairro de Lobato, na cidade baixa. Ali na Avenida Afrânio Peixoto, começamos uma história de muita luta e vitórias, e também de decepções com pessoas que não possuem nenhum compromisso com Deus e com a fé que professam. Mas a perseverança sempre foi o nosso forte, em pouco tempo, abrimos nosso primeiro templo em outro estado, o de Minas Gerais, começamos lá em uma garagem que ficou lotada em pouco tempo, e então alugamos mais um espaço para a pregação da Palavra. Mas as lutas foram intensificando cada dia mais, parecia que o mestre nos provava dia após dia, para ver se o nosso propósito era sincero ou se existia algum tipo de sentimento de ganância e sordidez que hoje perdura e domina no coração de 90 % dos pregadores deste mundo. Mas cada dia provamos ao Senhor o nosso sincero desejo de pregar a verdade do evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. Tivemos combates por dentro – igreja – e por fora – no mundo secular. Muitos que se dizia ter conhecido a verdade através de nossas pregações, depois de verem frustrados os seus propósitos, posto que queriam de alguma forma tirar proveito de nós e do ministério, nos abandonou, mas como disse, a perseverança sempre foi nosso forte. Rodamos em muitos bairros de BH buscando a confirmação de nosso ministério, mas não foi nem um pouco fácil, lagrimas, suor, tristezas, decepções, foram nosso alimento por muitos anos, até que não tendo mais como manter um espaço aberto para pregar, por falta de condições financeiras, tivemos que nos aninhar em um espaço cedido pelo líder comunitário de uma comunidade paupérrima na periferia de Belo Horizonte. Esse espaço era o lugar onde se realizava os velórios de pessoas que morriam naquela comunidade, local nada bom, e com um esgoto a céu aberto nos fundos, que nos impossibilitava muitas vezes de respirar normalmente. Ficamos ali até que uma senhora membro do nosso ministério nos cedeu para cultos a varanda de sua casa, naquela mesma comunidade. Passamos por vários outros lugares, buscando de Deus a confirmação dele para nossa missão. Mudamos a sede de nosso ministério para a cidade de Pedro Leopoldo região metropolitana de Belo Horizonte, e começamos ali depois de muitas tentativas, o desabrochar desta obra. Em seguida parti para a cidade de Salvador para a continuação do que havíamos começado em 1996, nesta ocasião de nosso retorno já estávamos no ano de 2008, começamos no bairro de São Caetano, onde abrimos o nosso primeiro templo no retorno a Salvador. Com muitas lutas, e mais vitórias fomos abrindo unidade por unidade em Salvador, abrimos a Sede na fazenda Grande do Retiro, onde estamos até hoje, e fomos expandindo e crescendo, sofrendo perseguições, por parte daqueles que se dizem irmãos em Cristo, mas como disse, não tem nenhum compromisso com Deus e nem com a  fé que professam. Mas estamos firmes pregando aquilo que me propus desde o inicio ao meu Senhor, a vida eterna. Quero hoje dizer-vos, que: todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos. 2 Timóteo 3:12. O preço, que tenho pago tem sido extremamente alto para que a obra do meu Senhor permaneça, mas foi pra isso que nasci.


Autor: Pastor Eron